Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Valentine

um blog indefinido e mesclado como só ele sabe ser

Textos fundamentais.

 

Um sentimento feito de palavras. Somente imagens, ideias, significados misturados num frenesim que nos aqueceu o peito. Não mais.


De tanto dependermos delas, esgotamo-las a todas. Aquelas de que nos socorremos para aliviar o frio da distância são as mesmas que me laceram por dentro. Fervo agora com elas, do fogo que as feridas abertas jorram sem cessar. Qual de nós o correcto, eu com as vírgulas e parentesís, ou tu com o ponto final. As mesmas que me levaram para um futuro distante, onde tudo era a escolha certa, deixaram-me agora sozinha, numa estação onde os comboios já nem passam (uma vez disseste-me que também estavas numa estação dessas, será que estamos na mesma sem sabermos?). As palavras têm a efemeridade que lhes atribuímos. Em mim, as tuas serão eternas.